Diagnóstico de Avarias - Erros após o POST - Disk Boot Failure

 

Ao entrar na terceira fase do POST, o sistema vai detetar o Teclado, Disco e as Drives (leitor de DVD por exemplo). Após detetar os referidos, procura o disco onde está instalado o Sistema Operativo.

Se o Teclado estiver presente e funcional, o sistema vai ler o Disco e procurar a área de Boot que dá início ao Sistema Operativo. Se existir um problema com o Disco Principal, o sistema vai devolver um erro e trava, não iniciando o Sistema Operativo.

Mensagem de erro no Disco Principal - Disk Boot Failure, Insert System Disk and press enter

A mensagem de Disk Boot Failure pode dever-se a uma (ou ambas) das seguintes situações:

  1. Disco não foi detetado no POST e o sistema ignora a sua existência;
  2. Disco foi detetado no POST mas o sistema não consegue ler o Sistema Operativo.

No primeiro caso, o Disco não existe para o sistema. Pode dever-se ao facto de não ter o cabo de alimentação ou o cabo de dados ligados (um, outro ou ambos). Também pode dar-se o caso de estar danificado.

No segundo caso, o Disco existe para o sistema, está aparentemente funcional, mas o Sistema Operativo tem uma grande probabilidade de estar corrompido. Mas, tal como no caso anterior, pode estar danificado (não totalmente, mas alguns setores). Vamos detalhar o diagnóstico.

  1. Reinicie a máquina, e aceda à BIOS - Pressione as teclas de Delete ou F2, consoante o indicado no manual da Motherboard ;
  2. Verifique se o Disco é apresentado na BIOS - Tem dois exemplos na figura abaixo;

Disco Principal na BIOS - Standard CMOS Features

Vamos analisar ambos os casos em separado.

1 - Disco Não Detetado pelo Sistema

Se o Disco não é detetado pelo Sistema, efetue o seguinte:

  1. Conferir Ligações do Disco:
    1. Cabo de Dados está corretamente ligado? - por precaução, desligue o cabo de dados e volte a ligá-lo;
    2. Cabo de Alimentação do Disco corretamente ligado - idem
  2. Volte a ligar o Computador;
  3. Se o Disco não for detetado, será que um dos cabos está defeituoso? - Troque os cabos de dados e de alimentação e volte e a ligar o Computador;
  4. Se o Disco continuar a não ser detetado, ligue-o a outro Computador ou a uma caixa de disco externo. Tem duas hipóteses:
    1. Se o Disco for detetado, formate-o e volte a ligá-lo ao seu Sistema. Se o seu Sistema não detetar o Disco, existe uma forte probabilidade de a Motherboard estar avariada (controladora do disco);
    2. Se o Disco não for detetado, está definitivamente avariado.
  5. Não pode seguir os procedimentos que se indicam no ponto dois, porque o Disco não existe para o Sistema (não e detetado).
2 - Disco Detetado pelo Sistema

Durante a terceira fase do POST, a BIOS detetou o Disco Principal, mas não consegue fazer o BOOT para arranque do Sistema Operativo:

  1. Cópia de Segurança dos Ficheiros - A primeira tarefa é fazer uma Cópia de Segurança dos ficheiros que considere importantes, mesmo que tenha o Disco Particionado.
    1. Mas, como vou fazer uma Cópia de Segurança dos ficheiros, se não tenho acesso ao Disco?
    2. É fácil mas simultaneamente pode difícil. Só tem uma forma, que é ligar o Disco a uma porta secundária de outro computador (para que ele não arranque com o seu Disco). Por conseguinte, caso não tenha outro Computador, tem de pedir o favor a alguém que deixe que ligue o seu Disco, para retirar a informação através do outro sistema.
    3. Se tem Ficheiros importantes no Disco, não mexa no Sistema até efetuar a referida ação.
    4. Antes de ligar o seu Disco a outro sistema, tenha muita atenção pois existe uma boa probabilidade de ter o seu disco infetado com um Vírus. Daí ter o Sistema Operativo aparentemente corrompido.
    5. Por conseguinte, o sistema onde vai ligar o seu Disco deve de ter um Anti Vírus instalado e atualizado;
    6. Quando ligar o seu Disco ao sistema, este será reconhecido com uma letra diferente de C. A primeira tarefa é correr o Anti Vírus direcionado para o seu disco;
    7. Seguidamente faça uma Cópia de Segurança dos ficheiros importantes, para um disco externo, uma pen USB ou um DVD.
    8. Entende-se por ficheiros, os de música, filmes, ficheiros de texto, do excel, e similares. Exclua programas instalados, pois não vai poder copiar/colar posteriormente, pois os programas necessitam de ficheiros de instalação.
    9. Após a tarefa estar concluída, passe ao passo seguinte.
  2. Ligue o Disco no seu sistema, certificando-se que liga corretamente o cabo de alimentação e o cabo de dados;
  3. Ligue o computador e certifique-se se continua a dar erro. Pode acontecer que um vírus, eliminado anteriormente, impedisse o arranque do sistema;
    1. Se o Computador arrancar corretamente, resolveu o problema, mas é aconselhável reinstalar o Sistema Operativo, pois pode ter componentes do Sistema Operativo danificados que poderão posteriormente dar erro.
    2. Se o erro persiste, passe ao passo seguinte.
  4. A melhor forma de se certificar que o Disco está funcional (ou não), será instalar o Sistema Operativo. Se o Disco não estiver funcional, o sistema vai acabar por dar erros, como o da Figura abaixo;

Falha Instalação Windows - Provavelmente Disco Danificado

  1. Se a instalação do Sistema Operativo deu o erro assinalado na Figura anterior o Disco tem setores defeituosos. Estes defeitos podem ser na superfície do disco, ou Físicos, sendo irreversíveis, ou poderão ser defeitos Lógicos os quais podem ser recuperados com uma Formatação de Baixo Nível.
  2. Vamos distinguir a Formatação Lógica da Formatação de Baixo Nível. Desde já referimos que qualquer uma delas nunca vai alterar a superfície do disco:
    1. Formatação de Baixo Nível - é uma formatação que vai interferir com a Configuração do disco. O objetivo é eliminar todo o conteúdo (Lógico e Dados) para depois o reorganizar. Efetua o seguinte e por esta ordem:
      • Elimina a partição de BOOT do disco (invisível para o utilizador comum) – esta partição é criada quando é efetuada uma formatação lógica. A partição de BOOT aloja o sistema de ficheiros que vão dar origem ao arranque do Sistema Operativo;
      • Elimina os setores, pistas e cilindros do disco - bastante útil se o disco tiver setores danificados;
      • Recria os setores, pistas e cilindros do disco, marcando os setores físicos defeituosos, para que sejam ignorados no futuro;
      • Escreve todo o Disco com o valor Zero - daí a Formatação de Baixo Nível também se denominar de "Zerar o Disco".
    2. Formatação Lógica - é uma formatação que vai interferir com o nível lógico do disco. Esta é efetuada quando o disco não tem o sistema de ficheiros necessários para o arranque do Sistema Operativo. Esta Formatação é efetuada apenas quando o Disco sofreu uma Formatação de Baixo Nível, ou quando é Formatado num Sistema Operativo Diferente que necessite de outro Sistema de Ficheiros. Efetua o seguinte e por esta ordem:
      • Cria a partição de BOOT do disco, na qual vai ser alojado o sistema de ficheiros do sistema operativo, que permitirá à Bios do Computador reconhecer a existência de um Sistema Operativo;
      • Cria o Sistema de Ficheiros na referida partição. O Sistema de Ficheiros, refere-se ao Sistema Operativo onde a operação está a ser efetuada (por exemplo sistema NTFS);
      • Coloca o valor Zero nos restantes locais (excepto na partição de BOOT, evidentemente);
    3. Reformatação - o que normalmente se denomina de "Formatar", é na realidade "Reformatar". A Reformatação é efetuada quando se pretende "limpar" um disco que não passou por um dos processos anteriores. A Reformatação, apenas coloca o disco a "Zeros", mantendo o Sistema de Ficheiros intactos (ou seja, "não mexe" no BOOT do Disco).
  3. Voltando ao cerne da questão, temos um disco com setores danificados e necessitamos de efetuar uma formatação de baixo nível.
  4. Para efetuar uma Formatação de Baixo Nível, necessita de ter software específico:
    1. É preferível obter o referido software a partir do site do Fabricante do Disco;
    2. Os Fabricantes de Discos, têm normalmente software para efetuar o trabalho referido. Os dois maiores fabricantes de Discos convencionais (com partes mecânicas), são a Seagate e a Western Digital. Nos sites de ambos, encontrarmos software para realizar a referida tarefa.
    3. Em princípio o software referido é compatível com discos de outras marcas.
      1. Seagate - A aplicação da Seagate denomina-se SeaTools, e permite efetuar testes de integridade ao Disco, eliminação do BOOT do Disco e Formatação de Baixo Nível.
      2. Download SeaTools for Windows - Permite testar a integridade de qualquer disco (compatível com a aplicação) e efetuar formatação de baixo nível a um Disco que não seja o Principal;
      3. Download SeaTools for DOS - Cria um dispositivo de BOOT, por CD / DVD ou Pen Disk. Com o dispositivo de BOOT criado, o sistema vai arrancar através da aplicação, o que vai permitir efetuar os testes anteriormente referidos. É útil para quem não tenha outro sistema para colocar o disco danificado para teste.
      4. Western Digital - A Aplicação da Western Digital denomina-se Data Lifeguard Diagnostic, e tem as mesmas funções da anterior.
      5. Download Data Lifeguard Diagnostic for Windows;
      6. Download Data Lifeguard Diagnostic for DOS.
  5.  Como o seu Sistema Operativo não arranca, tem duas hipóteses de efetuar o trabalho que necessita:
    1. Ligar o Disco a outro Computador e executar o Software mencionado para Windows;
    2. Criar um disco de BOOT noutro Computador e executá-lo no seu sistema.
  6. Após a Formatação de Baixo Nível estar concluída, tente instalar novamente o Sistema Operativo.
  7. Se a instalação do Sistema Operativo não for concluída, o Disco está definitivamente danificado. Necessita de adquirir um novo.

#

 

Topo da Página

Autor: José JR Crispim
Publicado em: Junho de 2013

Nota: se verificar alguma incorreção no presente artigo ou pretender acrescentar algo mais, pode enviar-me um e-Mail. Publicarei a correção e colocarei o autor da mesma.

Fechar Janela